Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

Loading...

Olá

Sejam bem vindos esse blog foi feito para aqueles que são fãs de todos os gêneros, tanto anime, cartoons tokusatsus, live-actions, comics, hq's nacionais européias e até heróis que ninguém ouviu falar! Muita dessas matérias deve-se aos créditos de Wikipédia e do International Heroe que ajudou nas matérias, o objetivo é poder também facilitar o acesso a todos os fãs, mande também sugestões, desenhos, fanzines, para que assim possa estar postando!



Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 30 de outubro de 2010

Toninho do Diabo


Antonio Aparecido Firmino (Jundiaí, ?), mais conhecido como Toninho do Diabo é um alegado religioso brasileiro, que identifica-se como um discípulo do Diabo, e autodenomina-se o "Embaixador na Terra de Lúcifer", sendo portanto considerado por parte da mídia como um dos maiores líderes satanistas do Brasil.[1]

Outros porém, consideram que Antônio Aparecido seria na realidade um artista trash, e Toninho do Diabo, seu personagem, a exemplo do Zé do Caixão interpretado por José Mojica Marins. [2]. Inri Cristo o define como "um esforçado artista engavetado" [3] além ´de cantor, compositor, ator, roteirista, produtor e diretor de filmes on-line.


Carreira

Antônio Aparecido Firmino é Toninho do Diabo desde os anos 80, sendo artista urnderground em Jundiaí, sem no entanto nunca ter sido absorvido pelo circuito cultural oficial, público ou privado. Foi autor e diretor dos filmes "O Caçador de Almas" e "O Caçador de Almas II" que seiam, segundo o próprio “uma crítica social sobre a corrupção no país”. Já em outro de seus filmes, "O Ataque dos Pneus Assassinos", “um estranho líquido extraído de um meteorito dá ao Dr. Toninho do Diabo o poder de dar vida a qualquer coisa. Na tentativa de arrecadar almas para o inferno, Toninho cria uma exército de borrachas que saem pela rua causando pânico e destruição”.

Foi descoberto pela mídia de massa pela primeira vez ainda em meados da década de 1990, pelo humorista Rodolfo Carlos de Almeida, que na época apresentava um quadro do humorístico 190 Urgente.

Tornou-se célebre, no entanto, na década de 2000, quando o videoclip de uma de suamúsicas mais famosas, "Profecias Brasileiras", foi apresentada no extinto programa da MTV, Piores clipes do mundo e fez muito sucesso.[2] Mais conhecida pelo refrão "eu taco fogo!", na canção, Toninho faz uma grande crítica a vários segmentos da sociedade.

Desde então, tornou-se um fenômeno de mídia, sendo convidado a diversos programas de televisão [4], inclusive para debates, frequentemente junto com Padre Quevedo e Inri Cristo, além de outros líderes religiosos.


Caio Fábio classificou sua atuação num deles, em 2009, como "um banho" de argumentação, querendo dizer que o satanista havia vencido a discussão, ainda que segundo o próprio Caio, Toninho estivesse apenas "de gozação", sendo "um artista lançando sua carreira".

Nenhum comentário:

Postar um comentário